Tag Archives: feriado

Bom. Hoje é dia 25 de dezembro. É feriado. É natal. O que se segue é um dia muito agradável, em que a família se reúne para jantar, se divertir, trocar presentes e novidades. Para muitos cristãos, o principal motivo para a existência deste feriado não inclui cear, esperar o Papai Noel ou juntar a família. O que importa é relembrar o nascimento do cidadão Jesus. Pois natal seria um feriado cristão. Supostamente, muçulmanos, hindus, budistas e – como não poderia deixar de ser – ateus, não deveriam comemorar o natal.

Vejo muitos ateus constrangidos quanto a isso. Existem ateus que simplesmente ignoram a data, por achar que o feriado não se aplica às suas ideologias. Eu já adianto que acho isso uma tremenda bobagem. Sempre fui do tipo “faça o seu feriado”, e nada mais conveniente do que comemorar em uma data na qual todos os seus conhecidos se dispõem a comemorar juntos. Pouco importa se uma guerra foi ganha nesta data, se o seu país conquistou a independência ou se alguém nasceu de uma virgem. A vida é curta e acontece apenas uma vez para cada um de nós (a menos que provem o contrário); portanto, qualquer dia é um bom dia para se fazer um feriado, desde que não atrapalhe muito os nossos afazeres, afinal, aproveitar a vida não significa ser um inútil.

Mas ainda tem a questão do nascimento de Jesus. Essa parte é realmente engraçada. Se você, leitor, é um pouco mais informado do que a grande parcela da população, deve estar ciente de que Jesus provavelmente não nasceu dia 25 de dezembro. O porquê do 25 de dezembro ter sido eleito como uma data interessante para se comemorar o natal envolve muitas hipóteses. Uma delas é a de que o 25 dezembro já era comemorado muito antes, pois coincide com o solstício de inverno no hemisfério norte (na verdade, o solstício mesmo ocorre em torno do dia 21, no dia 25 o Sol começa a retomar a inclinação anterior avistada no céu). Então, por conveniência, o cristianismo engolfou o 25 de dezembro como um feriado seu.

O que nos leva a pensar. Se o cristianismo se apropriou da data, por que eu não posso fazer o mesmo? Chegamos à situação cômica de um brasileiro estar comemorando o solstício de inverno do hemisfério norte. Isso faz tanto sentido quanto eu pegar o 20 de março (data em que normalmente ocorre um dos dois equinócios) para comemorar o nascimento da Dercy Gonçalves.

Portanto, eu vos digo o que realmente nasceu no natal. Nasceu uma ótima oportunidade para juntar a família, trocar presentes e comer peru, chester, buster, ou mesmo uma galinha cocoroca. Nasceu uma desculpa excelente para não ir ao trabalho e curtir um tempinho em casa.
O que são meras ideologias, personagens ou mitos, perto da família, do lazer e da comida? Convenhamos, o que queremos é qualquer motivo (mesmo que seja besta) para comemorar o que realmente importa, que é a nossa saúde, o nosso sucesso, e a presença de quem nós amamos.